sábado, 1 de outubro de 2011

Reações ao leite de vaca

Intolerância à lactose
É uma deficiência na produção de lactase, a enzima que quebra o açúcar do leite. Os sintomas são gases, dores de barriga, enjôos, vômitos e diarréia. “Em crianças, o mais comum é que a doença apareça na fase pré-escolar, entre 2 e 6 anos”, afirma Roseli Sarni, presidente do departamento de nutrologia da Sociedade Brasileira de Pediatria. As causas variam. Pode ser desde um problema temporário, provocado por uma diarréia forte ou uma desnutrição, até uma questão étnica. “Os asiáticos, por exemplo, costumam produzir uma quantidade menor de lactase”, afirma a nutricionista paulistana Claudia Cianciulli. Quem sofre de intolerância pode consumir quantidades limitadas de alimentos com lactose.

Alergia à proteína do leite de vaca
Ela vem à tona quando a proteína do leite é identificada pelo sistema imune como um intruso a ser combatido. Os sintomas são os mesmos da intolerância à lactose, além de lesões na pele, urticária, coceira, desconforto respiratório e inflamação da mucosa intestinal. Ela é mais freqüente nos primeiros anos de vida, quando o aparelho digestivo dos bebês está preparado para digerir apenas o leite materno. Nesse caso, é preciso excluir totalmente alimentos que tenham a proteína do leite de vaca na sua composição.

Reação tóxica
Muito cuidado com as interpretações. Uma dor de barriga daquelas logo após a ingestão de um copo de leite não é certeza de que a criança possui uma das doenças citadas acima. Principalmente se for um fato isolado. O pediatra e alergista Wilson Rocha Filho, coordenador do Núcleo Allos, de Belo Horizonte, lembra que alimentos contaminados com bactérias podem causar sintomas semelhantes aos da intolerância à lactose e da alergia à proteína do leite de vaca. Certifique-se, então, de que o produto não está vencido e se foi armazenado de forma adequada.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário